Por que todos os caminhos digitais terminam nas comunidades?




Tudo aponta para que o trabalho de comunidade seja o pilar principal da comunicação nos próximos anos.






O que torna essa tendência extremamente real e urgente?


Há uma lista de razões pra você prestar atenção ao gerenciamento de comunidades digitais. Quase todas elas tendo origem em Conteúdo Gerado por Usuário (User Generated Content).


É muito comum as empresas continuarem buscando as soluções centralizadas ao invés de soluções descentralizada. É natural, pois centralizar é uma zona confortável de controle. MAS... Será que controle da comunicação na internet realmente existe? Será que é possível controlar o que as pessoas querem falar sobre nossos produtos e serviços?

Quem trabalha com internet, sabe que a internet é um caixinha de surpresas. Atualizações todos os dias, novas práticas, sucessos momentâneos e fenômenos inexplicáveis.


Em quase todos os caminhos, chegamos sempre na mesma conclusão. Quem define a importância de algo é o usuário, porém não o usuário sozinho. O usuário dentro de um comunidade. Este sim detêm real valor.

Nessa busca acabamos chegando em várias práticas que vem crescendo: Gestão de Influenciadores e Micro Influenciadores, Livestreamers, TikTokers, Gestão de Comunidade, SAC 2.0, Educação 5.0, Wiki´s, Marketing em Grupos de Whatsapp, CRM, Marketing Integrado com formulas mágicas de lançamentos, etc.


Tudo gira em torno da credibilidade que uma comunidade tem sobre um tema.





Micro Influenciadores Digitais - Há cada vez mais criadores de conteúdo, consequência de aplicativos que permitem a criação de conteúdo em uma velocidade crescente. Criamos conteúdo quase tão rápido ou mais rápido do que podemos consumir

Criação de Conteúdo ao vivo // Criação de Micro Conteúdo - Reforçando o tópico anterior, tivemos um crescimento no consumo e criação de conteúdo ao vivo e micro conteúdo (Vide Twitch.tv e TikTok. Movimento que tem inicio no SnapChat, a negativa da sua compra pelo Facebook também acelerou o processo; após o evento o Facebook criou um "Snapchat" em cada uma das suas plataformas (Status, Moments, etc)


Base de Conhecimento (Plataformas de Knowledge Base) - Este aqui é um dos pontos que mais acredito que vai crescer e tem relação com a cultura descentralizadora da internet. Empresas estão começando a compartilhar sua Base de Conhecimento para criar mais "Especialistas" sobre seus serviços. Quanto mais especialistas tiverem, mais eles vendem seus serviços. Podemos perceber esse movimento mais forte em plataformas que estão ganhando escala.


MicroVersos e SubCultura - Existem infinitas micro comunidades que vem ganhando seu espaço. Esses microversos e subculturas são comunidades sobre infinitos temas que tem seu próprio universo. O valor gerado dentro cada um desses microversos é crescente e vem se tornando real na internet. Cada microverso possui uma comunidade autogestionada que cresce de forma caótica, porém estruturada. Existem regras, mas as regras são permissivas ao invés de proibitivas. Exemplos: A organização dos fãs de BTS (Grupo Coreano) , Servidores privados de Minecraft, Mundos criados em Roblox, FanDom´s em geral.



O fim do Unidirecional e a ascensão do Bidirecional


A comunicação na internet é essencialmente Bidirecional. Esta é uma das principais razões pelo qual a comunidade ganha ainda mais força. Enquanto a publicidade se esforça em levantar cartazes e mostrar produtos, a comunidade vai contra todos os meios tradicionais de comunicação. Enquanto no tradicional você se esforça em dizer que o seu produto é o melhor e tenta de forma desesperada dizer que você tem mais vantagens em cima de seus concorrentes, seja através de preço ou diferenciação de qualidade; do outro lado temos a comunidade que dita suas próprias regras invisíveis e que não tem nenhum respeito pelos "Desejos das empresas". A comunicação unidirecional está pouco a pouco perdendo seu valor, pois em paralelo a comunicação "Oficial" temos um movimento invisível que acontece em: grupos de whatsapp, grupos privados de facebook, foruns, etc... Dizendo o completo oposto da sua comunicação oficial....


De onde surgiu essa tendência?

É importante entender que a origem desse movimento acontece ainda no inicio da internet. Mesmo durante os primórdios, muito se falava sobre a fenômeno da globalização e o surgimento das Aldeias Globais. Em parte, a globalização foi uma grande mentira, pois ao mesmo tempo que o mundo deveria ser tornar m ais igual e parecido, visto que a acessibilidade da internet não para de crescer; por outro lado, a internet torna as diferenças sociais muito mais evidentes. Conectando isso ao efeito Bolha, a internet corre o risco de ser uma ferramenta que ao invés de expandir nossos horizontes, pode criar um falso mundo digital. Uma falsa realidade criada de forma personalizada pra cada indivíduo. Dessa forma, vale pensar que não temos uma grande internet pra todos, mas sim pequenas internets e mundos exclusivos pra cada individuo.


70 visualizações0 comentário