O que o bloqueio do WhatsApp tem a ver com o caso “Fabiola foi fazer as unhas? “

O que o bloqueio do WhatsApp tem a ver com o caso “Fabiola foi fazer as unhas? “


Entenda qual a relação entre o bloqueio do whatsapp por 48 horas através de mandato da justiça e o caso da “Fabíola que foi fazer as unhas”.

O Marco civil da internet e a palhaçada que é a legislação brasileira! O Marco Civil assim como todas as leis do Brasil são passiveis de interpretação. Ou seja, depende de como o Juiz ou responsável pelo caso interprete as regras. Porém, as regras escritas não são escritas de maneiras específicas piorando ainda mais o problema de interpretação.

O que o bloqueio do WhatsApp tem a ver com o caso da “Fabíola que foi fazer as unhas”?

A caso da Fabíola é um exemplo de onde o Marco Civil deveria atuar. A grande merda é que a gestão brasileira não está nem um pouco preparada para atuar em casos assim. O bloqueio do WhatsApp não fere a empresa Whatsapp (Facebook), mas sim seus usuários.

Curiosidade: Dois dos gatilhos para o marco civil da internet foram: Primeiro, o caso ciccarelli e, segundo, a denuncia de Edward Snowden sobre a NSA ter um aplicativo chamado prisma que espionava os dados da America do sul pelos Estados Unidos. Os brasileiros teriam suas informações monitoradas em  empresas como: Facebook, Skype, Microsoft entre outras. Óbvio, que a Dilma não ia deixar barato né? Ela foi falar com o Barack Obama pra não espionar mais “nóis”

O caso da Fabíola não tem uma relação direta com o bloqueio do WhatsApp, MAS é um exemplo de como estamos despreparados para regulamentar qualquer tipo de novas mídias. As pessoas que necessitam ter controle de dados da internet vivem em mundo à parte. Talvez, uma década atrás quando se falava sobre Economia da informação ou segurança da informação.

A realidade atual é que a internet é um local com muitas plataformas de comunicação DEMOCRÁTICAS. Onde o povo realmente tem o poder. Não é possível controlar as informações nas redes sociais, porém é possível manipular formadores de opinião.

Curiosidade: Uma das coisinhas que caíram quando estavam aprovando o marco civil era uma parte que dizia que TODOS os serviços web que guardam algum tipo de informação deveriam ter seus dados armazenados em servidores no Brasil. Seria muito legal, se não fosse impossível.

Se o marco civil da internet funcionasse, Fabíola teria sua, pouca, integridade preservada.

Se o marco civil funcionasse, não teríamos milhões de pessoas sendo prejudicadas por uma decisão judicial regional com impacto nacional.

O marco civil da internet poderia ser utilizado para proteger políticos de serem “difamados” ou “caluniados”.  Pense nisso.

Outros posts que podem ser interessantes:

Como ser um profissional mais eficiente nas redes sociais? 

15 dicas para melhorar o conteúdo do seu facebook

#pornvenge #Fabiolafoifazerasunhas #marcocivil #pornrevenge #bullying #redessociais #internetecomportamento #bloqueiodowhatsapp

0 visualização
Transformador Digital

Juliano Kimura

(11) 996 936 340

©2020 por Juliano Kimura - Transformador Digital - juliano@trianons.com.br
CPF - 298.370.138-77
Rua Cardeal Arcoverde, 928 - Pinheiros - SP