O QUE O BLOQUEIO DO WHATSAPP TEM A VER COM O CASO “FABIOLA FOI FAZER AS UNHAS? “

Entenda qual a relação entre o bloqueio do whatsapp por 48 horas através de mandato da justiça e o caso da “Fabíola que foi fazer as unhas”.

O Marco civil da internet e a palhaçada que é a legislação brasileira! O Marco Civil assim como todas as leis do Brasil são passiveis de interpretação. Ou seja, depende de como o Juiz ou responsável pelo caso interprete as regras. Porém, as regras escritas não são escritas de maneiras específicas piorando ainda mais o problema de interpretação.

O que o bloqueio do WhatsApp tem a ver com o caso da “Fabíola que foi fazer as unhas”?

A caso da Fabíola é um exemplo de onde o Marco Civil deveria atuar. A grande merda é que a gestão brasileira não está nem um pouco preparada para atuar em casos assim. O bloqueio do WhatsApp não fere a empresa Facebook, mas sim seus usuários.

Curiosidade: Dois dos gatilhos para o marco civil da internet foram: Primeiro, o caso ciccarelli e, segundo, a denuncia de Edward Snowden sobre a NSA ter um aplicativo chamado prisma que espionava os dados da America do sul pelos Estados Unidos. Nesse caso, informações vindas de empresas como: Facebook, Skype, Microsoft entre outras.

O caso da Fabíola não tem uma relação direta com o bloqueio do WhatsApp, mas é um exemplo de como estamos despreparados para regulamentar qualquer tipo de novas mídias. As pessoas que necessitam ter controle de dados da internet vivem em mundo à parte. Talvez, uma década atrás quando se falava sobre Economia da informação ou segurança da informação.

A realidade atual é que a internet é um local com muitas plataformas de comunicação DEMOCRÁTICAS. Onde o povo realmente tem o poder. Não é possível controlar as informações nas redes sociais, porém é possível manipular formadores de opinião.

1 visualização
Transformador Digital

Juliano Kimura

(11) 996 936 340

©2020 por Juliano Kimura - Transformador Digital - juliano@trianons.com.br
CPF - 298.370.138-77
Rua Cardeal Arcoverde, 928 - Pinheiros - SP